Pesquisar neste blog sobre...

sábado, 31 de julho de 2010

Café da Manhã - Sanduíche de Frigideira

Todo mundo sabe que a refeição mais impotante que devemos fazer é tomar um belo café da manhã, mas pouco aproveitam isso e não dão muito valor para ele. Eu por exemplo, sou uma figura que testemunho a importância do mesmo, durante bons anos de minha vida não conseguia tomar café, de jeito nenhum, aqueles belos cafés dos hotéis então, nem pensar, ficava enjado, embrulhava o estômago sei lá, não podia mesmo. Quando em 2006 eu resolvi sair de 132kg e ir para 80kg eu tive que tomar uma decisão e foi a mais radical que já pude fazer - mudar completamente minha alimentação. Sei que fiz errado, não consultei nenhum médico, nem nutricionista, fui com a cara e coragem, mas se eu não fizesse isso, não teria feito, com certeza absoluta, para um obeso, um fumante, um alcóolatra, a decisão inicial e fundamental deve ser sua, não adianta o "ser" fazer redução de estômago se não está preparado psicológicamente para comer pouco (exemplificando, porque eu NÃO FIZ REDUÇÃO, antes que perguntem kkkkk). Mas sofri muito no início da mudança de hábito alimentar (eu não digo DIETA, porque não passei fome, só desejo, hehehe), tomar café era um sacrifício, até se adaptar enjoava muito. Hoje não consigo ficar se meu café da manhã, fico mais disposto, alegre, almoço bem menos e tenho uma vida muito mais saudável do que tinha a 4 anos atrás. Então, a receita é um sanduíche de frigideira que fiz e ainda faço com muito carinho para os meus. Segue aí...

Ingredientes:

2 fatias de Pão (integral, fatiado sem casca, de milho, o que você tiver, até dormido serve).
Manteiga para Untar.
1 fatia queijo Muzzarela.
1 fatia de Peito de Peru.
Orégano a gosto.

Preparo: Passe um pouco de manteiga nos dois lados das fatias de pão, coloque na frigideira em fogo baixo, deixe dourar bem um lado. Corte ao meio e coloque a fatia de peito de peru para grelhar um pouco ao lado das fatias de pão. Vire as fatias de pão, corte o queijo ao meio e coloque sobre o pão. Espalhe orégano. Junte tudo e aperte com um papel toalha. Deixe dourar bem um lado, depois o outro. Prontinho, é muito gostoso logo cedinho com um café fresquinho!!! [ ]s.

Doura de um lado... Depois o outro e junta tudo...

Arruma num pratinho e... Leva para a filha postiça na cama!
A canequinha do Shaw é do Murilo!

Receita do Dia - Nossa Comida de Todo Dia...

Bem a foto ao lado diz bem o qual vai ser a receita de hoje, mas não vou dar receita nenhuma, porque a nossa comida caseira não tem receita, é aquela que só nossa avó, nossa mãe faz com um jeitinho que ela seja diferente das demais. Nada se compara ao arroz de nossa mãe, ou o feijão da vovó, ou o macarrão com molho vermelho único que alguém faz que você não consegue repetir de jeito nenhum na sua casa. Aquele bife com batata frita que a gente come na casa da tia inconfundível, como diz Alex Atala um dos grandes Chef de Cuzine brasileiro, o mais especial de todos os pratos e mais difíceis de serem preparados são os nossos de cada dia. Realmente, um arroz branco como o da foto é difícil de acertar (obrigado, modéstia a parte), mas tem gente que não acerta nem o arroz "Uncle Bens" de pacotinho, aquele que você coloca na água quente e deixa até o pacotinho inchar, pronto, mas acredite tem gente que erra até isso. A Angélica "Vou de taxi" não sabe fritar ovo, bem... a beleza dela permitiu que ela não se preocupasse com isso, mas até quebrar o ovo ela não sabe, então piorou. No arroz, feijão, batata frita, bife e salada eu me garanto. Meu feijão é bom, segredos??? Nenhum, faço como minha mãe me ensinou, escolho, lavo, coloco para cozinhar com o dobro de água na panela de pressão por 40 minutos, desligo, frito a parte no azeite de oliva uma cebola picadinha, um dente de alho, uma folha de louro, sal, pimenta e depois que está tudo dourado coloco um pouco do caldo do feijão na frigideira e derramo no feijão, deixo cozinhar mais um pouco e pronto, só isso! Por isso, cada um curta enquanto pode a comidinha da família porque um dia isso vai embora e você só fica com a lembrança... [ ]s

Milad Alexandre Mack Atala, mais conhecido como Alex Atala, é um chef de cozinha brasileiro. Eleito chef do ano pelo Guia Quatro Rodas em 2006, o seu restaurante, D.O.M., foi considerado 18º melhor restaurante do mundo e o melhor da América do Sul, segundo a lista San Pellegrino World’s 50 Best Restaurants de 2010.

quinta-feira, 29 de julho de 2010

Receita do Dia - Folhado Napolitano

Um folhadinho recheado com presunto, queijo e tomate para lanchar ou para sua esposa que chega às 2h do trabalho, ops, 2h do trabalho??? Abre o olho amigo! Bem vamos à receita...

Ingredientes:

1 rolo de massa folhada.
250.000 mg de presunto.
2.500 dg de queijo muzzarela.
5 dag de queijo parmesão ralado.
1 tomate.
Orégano a gosto.
1 gema para pincelar.

Preparo: Intercale as fatias de presunto e queijo e fatie em tiras finas. Retire as sementes do tomate e também corte em tiras finas. Estique o rolo de massa folhada na mesa, espalhe as tiras de presunto e queijo e depois acomode as tiras de tomate. Umideça um pouco a borda da massa e feche o "pacote". Picele a gema e espalhe o queijo parmesão por cima. Coloque numa forma untada com margarina e leve ao fogo médio por uns 30 minutos. Prontinho, se deliciem porque eu estou de boca cheia comendo o meu, hehehe, [ ]s.

Presunto, Queijo e Tomate Embrulha, Picela e Parmesão


Ou come assim...
Ou assim, delícia!!!!

Equivalências:

1 grama é igual a:
  • 1.000 mg
  • 100 cg
  • 10 dg
  • 0,1 dag
  • 0,01 hg
  • 0,001 kg.

Receita do Dia - Patê de Atum para o Lanche

Esta receita é difícil, nooooooosssssssaaaaaaaa, mas é bem gostosa, o problema é só tirar o gosto forte do atum para quem não gosta muito dele, então vai nossos segredos de "quase cozinheiro"...

Ingredientes:

(200/2+10*5-20+20*20)g de atum ao natural em pedaços (uma latinha, eu gosto do Gomes).
(Se Pedrinho tem o dobro das bolinhas de gude do Joãozinho, mas  Joãozinho  tem o quíntuplo de bolinhas de Mariozinho, o qual tem 10 bolinhas,  então o Pedrinho tem?)g de creme de leite.
(cos[0] - cos[π]) colheres (sopa) de maionese.
(log 10.000.000.000) azeitonas picadas (sem caroço, né).
Sal, pimenta, orégano, salsinha e azeite de oliva a gosto.

Preparo: Coloque o atum numa tigela, esmague com um garfo até desmachar bem, aos poucos vá acrescentado o azeite de oliva até formar um creme, isto já retira o sabor forte dele. Junte o creme de leite e a maionese, em seguida tempere a gosto. Por último misture azeitona e deixe descansar na geladeira por uns 30 minutos. Sirva com pão integral (multigrãos é o mais gostoso) ou faça um sanduíche com ricota, presunto de peru e queijo muzzarela. [ ]s

Atum, azeite e temperos Creme de leite, maionese e azeitona

Como aperitivo Com presunto, queijo e ricota

quarta-feira, 28 de julho de 2010

Matemática Culinária

Resolva a equação:


( [{Massa + ( ( ( [{1 Cebola Grande + 3 Dentes de Alho} Picados ] fritos 2 minutos + 8 Tomates Maduros Batidos no Liquidificador) + 2,5 g de Orégano + 5 g de Salsinha Picada + 5 g de Cebolinha Picada + 4 g De Sal ) Fervidos 15 Minutos ) + 300 g Presunto + 300 g Mussarela}+ 100 g De Parmesão Ralado] Assado 37 Minutos em Forno Alto) = ???

O primeiro(a) a escrever o resultado nos comentários ganha um(a)!!!

terça-feira, 27 de julho de 2010

Receita do Dia - Tarte Tatin ou mais conhecido como Torta de Maçã

Esta receita eu aprendi com a Chef Heaven Delhaye (ai ai ai... suspiros) não perco ela aos sábados de jeito nenhum e de repente a Amalia apareceu com um rolo de massa folhada em casa para nós fazermos alguma coisa, então recorri a esta que achei "hiper fácil", mais é deliciosa e não tem erro...

Ingredientes:

10 maçãs sem casca
120g de manteiga sem sal
1 copo de açúcar
1 pacote de massa folhada
Nata para acompanhar ao servir

Preparo das Maçãs: Em uma frigideira que possa ir ao forno ou uma forma que você possa coloá-la na boca do fogão, derreta a manteiga e acrescente ½ copo de açúcar. Este é o passo essencial para o visual do prato. Distribua as maçãs cortadas em quatro, logo estaremos trabalhando com partes fracionárias (eita olha a fração aí genteeeee) 4 partes de 1/4 = 4. 1/4 = 1 inteiro, com a parte de fora da maçã para baixo, criando um formato de flor, de forma a cobrir a base da frigideira e, para preencher os espaços vazios e criar as novas camadas, utilize-as cortadas em oitavos (isto é, as partes cortadas em 1/4 agora serão divididas por 2, logo 1/4 : 2, uso a regra: multiplico a primera fração pelo inverso da segunda ficando 1/4 . 1/2 = 1/8), deste modo, todas cozinharão por igual. Como esta "tarte = torta em francês" é servida invertida, tenha toda a atenção possível à primeira camada de modo a que fique perfeita.  Depois de completá-la até ao topo com as maçãs, povilhe com o restante do açúcar e leve-a ao fogo médio por cerca de 20min até que nas bordas da frigideira comece a borbulhar uma calda caramelada.

Preparo da Massa: Espalhe um pouco de farinha de trigo numa mesa e abra a massa folhada até atingir um tamanho circular e adequado para cobrir por completo a frigideira. Cubra as maçãs e, se sobrar massa nas bordas, dobre-a para dentro. Leve ao forno pré-aquecido a 356 °F, sem dourador, por, aproximadamente, 30 min., ou até a massa crescer e ficar crocante. A parte mais complicada da Tarte Tatin é invertê-la Isto deve ser feito com ela ainda quente de modo a evitar que o caramelo endureça e a tarte fique colada. Sobre a frigideira, coloque um prato grande e um pouco fundo, por causa do molho de caramelo. Com firmeza e num movimento rápido vire-a sobre o prato. Sirva com um pouco de nata. Se preferir, poderá fazê-lo com sorvete, pois também fica uma delícia! Um super clássico da culinária francesa! "É nóis nos francêis!!!"


Acomoda as frações de maçã na 
frigideira/forma.
Depois de douradas acomoda 
a massa e forno!

segunda-feira, 26 de julho de 2010

Corrigindo...

Minha esposa Amalia me corrigiu, onde se lê "Arrumação do Prato" lê-se "Empratamento" achei super feio, mas como a mesma é "exestudante" de gastronomia não pude discutir, recorri ao Priberam, logo...

empratar - Conjugar
(em- + prato + -ar)
v. tr. e intr.
Culin. Dispor os alimentos em pratos individuais ou travessas, efetuando a respectiva! decoração.
Logo, a dita estava com a razão e à todos, minhas sinceras desculpas!

Receita do Dia - Tilápia ao Molho de Iogurte com Palmito na Manteiga

A região Oeste do Paraná sempre possuiu grande riqueza na piscicultura, mas com os grandes avanços tecnológicos desenvolvidos pelos alunos e professores do curso de Engenharia de Pesca da Unioeste - Campus de Toledo, se tornou um grande ramo "rentável" às famílias ribeirinhas da região. Hoje, consumimos peixes de excelente qualidade pelo monitoração constante da qualidade da água e dos processos de reprodução em cativeiros, tudo isso devido aos grupos de de pesquisa de nossa universidade (GERPEL, GEMAC).  Quem lê pela primeira vez sobre isso, deve ficar curioso sobre o curso de Engenharia de Pesca, como a própria piada diz "você ai ser formar pescador?", nada vai ser um ENGENHEIRO na área de Pesca, que pode ser desde um simples criador até um pesquisador de grandes rios, desenvolvedor de projetos de piscicultura pluvial e marinha, entre outros recursos assimilados durante o curso. A tilápia é um dos grandes recursos financeiros atualmente na região e de sabor inigualável. Quem tem problema de comer carne de peixe que acha que tem "gosto de barro" tem que experimentar, existe todo um processo para limpeza interna do peixe, indo desde a retirada do cativeiro até um tanque de água corrente limpa para um pureza na carne da tilápia. Bem então, como aqui é fácil ter tilápia fresquinha, vamos à receita...
Ingredientes:

Para o peixe:
500g de Filés de Tilápia (são de 5 a 6 filés) de boa qualidade.
100g Farinha de Trigo para empanar. 
50g de Manteiga.
Azeite de Oliva.
Sal, pimenta, limão, salsinha, cebolinha, orégano.

Preparo do peixe: os filés já são bem limpos, então é só temperar com algumas gotas de limão, sal, pimenta, orégano, salsinha e cebolinha. Deixe descansar um pouco. Passe no trigo, bata bem para sair o excesso, este processo não é bem empanar o filé, é só para não desmanchar durante a fritura. Frite na manteiga com um pouco de azeite de oliva, deixe dourar bem os dois lados. Deixe escorrer num prato com papel toalha. Pronto.

Molho de Iogurte:
2 "potinhos" de iogurte natural consistência firme.
Sal, Pimenta, Salsinha, Cebolinha, Azeite de Oliva.
Preparo do molho: Misture tudo numa tigela pequena. Devagar com o azeite de oliva só um "fiozinho".

Palmito na Manteiga (o que dá mais serviço):
1 Vidro de Palmito (de boa procedência).
1 colher de sopa de manteiga.
1 fio de Azeite de Oliva

Preparo do Palmito: Lave-os bem com água quente, seque-os com papel toalha. Corte no sentido diagonal e frite-os na manteiga com o fio de azeite de oliva.
Acompanhamento: Arroz branco (agulhinha).

Arrumação do Prato = Empratamento :)

1º Arroz
2º Tilápia Grelhada
3º Palmito na Manteiga
4º Molho de Iogurte e Decoração


500g Tilápia R$ 7,00
1 Vidro de Palmito R$ 6,58
Arroz, Temperos, Etc R$ 2,00

Para certas coisas da vida temos...

Mas ACORDAR com um almoço na cama do paizão, não TEM PREÇO...

Dudinha
Murilinho

domingo, 25 de julho de 2010

Receita do Dia - Arroz com Frango na Panela de Pressão

Se você é daqueles(as) que tem problemas sérios com o preparo do arroz agulhinha, parboilizado ou integral, "seus problemas se acabaram-se", porque este arroz de panela de pressão não tem como errar. Já falei sobre as diferenças dos tipos de arroz, porque ele um é chamado de parboilizado e as diferenças entre preços e suas calorias no post do dia 17 de maio, só dar uma olhadinha lá. Mas relembrando, o arroz agulhinha (branco) é fácil de fazer sim e não precisa daqueles segredos (uma colher de vinagre, ou Knorr Meu Arroz) e sim de prática, uma xícara de arroz branco, um pouco de azeite, 3 medidas de água fervente, sal, cozinha em fogo baixo com meia tampa, quando estiver quase seco tampa e desliga o fogo, pronto não fica "papa" nem "unidos venceremos". Eu sou um "arrozólotra" inveterado, amo arroz, qualquer tipo, qualquer sabor, só não me venha com alho no arroz isso é malvadeza. Então nem preciso dizer que este prato reune tudo para uma bela refeição, arroz, frango  e  alguns legumes. Vamos a ele...

Ingredientes:

1 kg de frango cortado em pedaços (peito, coxa e sobrecoxa).
1 dente de alho picado.
1/4 de xícara de vinagre - fração assunto importantíssimo da matemática, vivemos em meio a razões e proporções.
2 folhas de louro.
Sal, pimenta a gosto.
4 colheres de sopa de azeite de oliva.
1 cebola grande picada.
2 cubos de caldo de galinha esfarelados, ou em pó, ou ainda em potinho (novidade).
1 colher de chá de açafrão (pó amarelo que dá um sabor fabuloso, só tome cuidado com a quantidade, mas se não tiver não tem problema).
2 xícaras de arroz agulhinha.
1 pimentão vermelho cortado em cubinhos, sem a parte branca das ranhuras internas.
1 cenoura grande cortada em cubos.
1 "mão" de vagem cortadas em três partes.
1 lata de milho verde sem o líquido.
3 1/2 xícaras de água quente.
50g de queijo parmesão ralado.
Salsinha fresca para decorar.

Preparo:

Tempere o frango com  o vinagre, sal e pimenta. Deixe descansar na geladeira por meia hora.
Coloque o azeite de oliva na panela de pressão, refogue primeiro a cebola até dourar, depois o alho, em seguida o frango deixando bem dourado. Coloque o caldo, o arroz, o açafrão,  o pimentão, a cenoura, o milho e a vagem, misture bem, deixando fritar um pouco todos os ingredientes. Acrescente a água quente, tampe a panela de pressão (cuidado). Deixei levantar fervura em fogo médio, quando pegar pressão abaixe o fogo e cozinhe por apenas 5 minutos. Desligue o fogo e deixe a panela repousar (sem tirar a pressão). Quando perder por conta própria a pressão, destampe e "ULALÁ" vai estar tudo prontinho, é fantástico "tchrumm".  Passe para um refratário, espalhe queijo parmesão ralado e a salsinha por cima e sirva acompanhado de um bom vinho. Bom apetite!!!

sábado, 24 de julho de 2010

Os "Porquês" da Matemática - Parte VI - Mais com Mais dá...

- Professor, estou na 6ª série e não sei por que mais com menos dá menos e menos com menos dá mais? Por quê?

É uma questão séria, em 2007 eu fiz a mesma pergunta para uma turma de graduandos em economia e ninguém sabia me dizer porque isso ocorre? Me deram vários exemplos no dia-a-dia (= cotidiano, tem hífen) como se no banco eu estiver devendo R$ 10,00 e for descontado "mais" alguma coisa como R$ 5,00, fico devendo R$ 15,00 para o banco. Isto quer dizer -10 + (-5) = -15. Tá certíssimo mas e daí? Porquê isto? Bem, pararam aí! Como comentei é uma questão muito séria que deve ser muito bem trabalhada na 6ª série do Ensino Fundamental, hoje seria na 7ª série pelo ciclo de 9 anos. Algumas apostilas nacionais já trabalham o "jogo de sinais" na 5ª = 6ª no ciclo de 9, mas sem definir corretamente como surge isso apenas na "decoreba". 

Vamos às definições... Primeiro vamos considerar que mais = positivo e menos = negativo para facilitar a escrita.

Vamos começar com a ADIÇÃO: a regra diz que mais com mais soma-se e mantém o sinal de mais. Para entendermos temos que voltar à velha amiga pouco usada Reta dos Números Reais e também a um assunto que é passado por bem cima para os alunos o nosso valor absoluto | a |:
O valor absoluto nada mais é que a "distância do ponto à origem 0 na reta numérica", então o valor absoluto de -2 e 2 são iguais a 2 unidades, porque é a distância do pontos à origem 0, observe:
 Então aquela notação |-2| = |2| = 2 unidades fica mais fácil de entender atráves da reta. Voltando aos sinais, se tivermos + 1 + 2 sabemos que é... +3, claro até eu sabia, mas porque o sinais continua "mais"? Vejamos na reta:
Então, quando você soma valores positivos, você continua na região positiva da reta por isso "mantém o sinal", mas o certo mesmo é que parto do ponto +1 e ando no sentido positivo 2 unidades, parando em +3, isto é, +1 + 2 = +3.
Com a SUBTRAÇÃO: a regra diz que mais com menos subtrai-se e mantém o sinal do maior. Por exemplo -3 + 2 = -1, porque 3 > 2. Hummm, então para ficar mais claro voltamos a reta:
Para fazer a conta, partimos do ponto -3 e "andamos" 2 unidades na direção positiva da reta, logo -3 + 2 = -1, onde paramos, ok! Mas... E se for - 3 - 6 = -9? Só seguir o mesmo raciocínio, partimos do ponto -3 e andamos 6 unidades no sentido negativo da reta, paramos onde? No -9! Fácil, não ??? Então não precisa decorar regra nenhuma, tem que se "entender a matemática" na sua "ESSÊNCIA". 
"O essencialismo é a doutrina segundo a qual os particulares (pessoas, cadeiras, árvores, números, etc.) têm pelo menos algumas propriedades essencialmente." Wikipédia.
Ah, mas na multiplicação e divisão é diferente, tem a regra assim: 
+ X + = + ou + / + = +
+ X - = - ou + / - = -
- X + = - ou - / + = -
- X - = + ou - / - = +
Então...Observe que sinais contrários dá sempre - e sinais iguais dá sempre +, este é o macete, mas vamos ver na prática: (+5) X (+2) = +10, para isso devemos invocar...
Sim, os "olhos de Thundera", ver com outros olhos, se vermos que (+5) x (+2) = +10 é uma soma de + 5 + 5, isto é, repetimos o +5 2 vezes, vamos sair do ponto +5 e paramos no ponto +10. Análogo, se vemos que (-5) X (+2) = -10, a regra dos sinais contrários, temos que somamos -5 com -5, logo partimos do pontos -5 e paramos onde? Em -10. A divisão é o inverso da multiplicação, então vendo com outros olhos, observamos que (-10) / (+2) = -5, isto é na reta se eu partir do ponto -10 e ir até sua metade na direção positiva, paramos onde??? Em -5, Uauuuuuuuuuuu!!! Tá aí gente, fácil de visualizar um assunto que intriga muitos alunos. 
Espero que eu tenha ajudado, perguntas??? Dúvidas??? Comentem, ok!!! [ ]s!!

sexta-feira, 23 de julho de 2010

Receita do Dia - Empadão de Palmito "Preguiçoso"

Este empadão eu aprendi com a queridíssima D. Rose, que faz aos seus,mas eles "detestam" kkkkkkk, eles preferem o empadão com massa normal, esta massa é aquela de farofa chamado de "Empadão de Preguiçoso", mas de preguiçoso não tem nada, ele só é prático e rápido, quer ver...

Ingredientes:

Massa:
720g de farinha de trigo.
80g de manteiga/margarina.
2 gemas.
Sal a gosto e azeite de oliva para dar o ponto (se precisar).

Preparo da massa: Misture a farinha com a manteiga/margarina num tigela até ficar uma farofa, acrescente o sal e a gema vai dar uma liga melhor à farofa. Esprema um "punhado" de massa na mão, se formar uma bolinha consistente está no ponto, senão vá acrescentando um pouco de azeite de oliva até firmar, isto ocorre quando as gemas são muito pequenas ou a medida de manteiga/margarina não foi suficiente. Eu faço o seguinte, diminuo um pouco de manteiga e coloco azeite para dar mais sabor à massa (segredo). Reserve.

Recheio:
1 Vidro de Palmito (de boa procedência, lembram da postagem do dia 30 de maio).
3 Tomates.
1 Cebola Média.
1 Dente de Alho (alho para descascar é rapidinho, corte as duas pontinhas e dê uma apertada com a lateral da faca, sai a pele tranquilamente e retire o miolo). 
Azeite de Oliva.
200g de Molho de Tomate (um pacote).
1/2 pacote de Requeijão Cremoso (opcional, no preparo você vai entender).
Sal, Pimenta, Orégano a gosto.

Preparo do recheio: Numa panela acrescente o azeite e a cebola picadinha. Deixe "dourar", acrescente o alho picado, doure, os tomates picados, tempere. Lave os palmitos com água fervente, corte-os em rodelas finas escolha os melhores, os "trocos" deixe de fora. Acrescente no molho. Aqui vem outro segredo, tem "tentativas de cozinheiros" como eu que engrossam o molho com farinha (argh), eu não faço isso, vou acrescentando água aos poucos para deixar um molho firme ou acrescento meio pacote de requeijão cremoso, aquele pacote no formato de "triângulo escaleno (lembrando... três lados diferentes)" para deixar mais saboroso o recheio.

Montagem: Unte uma forma, espalhe a farofa no fundo firmando um pouco com a palma da mão, espalhe nas laterais também (paciência, porque aqui fica caindo), deixando sobrar a metade de farofa, mais ou menos. Espalhe o recheio sobre a farofa e cubra com o restante, sempre dando uma "carcadinha" para firmar a farofa. Asse em forno médio 200º por uns 30 minutos, prontinho, é maravilhoso, experimentem!!! [ ]s!

quinta-feira, 22 de julho de 2010

A Matemática é Fácil, o Problema é só Entendê-la...

Demora um pouquinho para o professor começar a falar, mas dá para entender perfeitamente que ele diz duas vezes "mathematic" e que "1 + 1 = 2", viu só como é fácil???!!!???

Receita do Dia - Torta de Chocolate com Amêndoas

Gente, se tem uma torta que é deliciosa, e bem fácil de fazer é esta. Eu já fiz tanto ela que mudei um monte a receita. Já troquei as amêndoas por castanha do pará e nozes e já provei com frutas: manga, uva, morango, etc. Todas ficaram "mara", hehehe. Super fácil, segue aí...

Ingredientes:

Massa:
1 1/2 xícara (chá) de farinha de trigo.
1/2 xícara (chá) de açúcar.
1/2 xícara (chá) de margarina ou manteiga.
2 gemas.

Já vou para o preparo da massa: Numa tigela junte a farinha de trigo com a margarina/manteiga e o açúcar até formar uma farofa. Adicione as gemas e trabalhe até formar uma massa homogênea. Abra a massa numa forma redonda untada com fundo removível, de 30 cm de diâmentro, isto é, que tenha um comprimento de circunferência igual a C = 2.π.r (fórmula do comprimento da circunferência, com r = raio da circunferência), mas com 2.r = d, temos que C = 30.π aproximadamente 94,25 cm de comprimento. No dia 19/07 eu comento sobre o π (Pi), tá aí uma indicação de sua importância. E se a forma tiver 7 cm de altura qual o volume de torta eu teria? Essa é fácil né, a forma tem formato de um cilindro, logo é a V = base.altura, como a base é uma circunferência precisamos de sua área, logo A(base) = πr² = 15².π aproximadamente = 706,86 cm², agora podemos encontrar o volume da torta, então 
V = 706,86cm² . 8cm = 5654,88 cm³.
Nossa quanta caloria hehehehe! Voltando...

Forre o fundo e as laterais da forma com a massa. Fure com um garfo e leve à geladeira por 15 minutos. Aqueça o forno 180º e depois do tempo na geladeira asse a massa por uns 20 minutos ou aé ficar dourada. Enquanto a massa assa, vamos ao recheio...

Recheio:
2 barras de chocolate, uma amargo e outra ao leite, ou se preferir 2 meio amargo.
2 xícaras de (chá) de creme de leite ou uma caixinha sem soro.

Preparo do Recheio: Facinho, facinho, quebre as barras de chocolate num refratário e leve ao micro-ondas por uns 4 minutos mexendo de minuto em minuto até derreter por completo. Acrescente o creme de leite mexendo bem, o que você acaba de fazer é o famoso Ganash / Ganache. Aqui você já pode inovar, pode acrescentar um "gole" de rum, amarula, ou qualquer licor de sua preferência, eu sempre coloco rum, mas bem pouco para não mudar muito o sabor. Reserve. Neste tempo já assou a massa (não desligue o forno), retire do forno e acrescente o ganash, leve à geladeira novamente (se tiver freezer melhor, por uns 10 minutos apenas) até gelar o ganash. Vamos à última parte...

Cobertura:
2 claras.
6 colheres (sopa) de açúcar.
2 colheres (sopa) de amêndoas torradas em lâminas (compre já pronto, dá muito serviço fazer em casa).

Preparo da Cobertura: Numa batedeira, bata as claras em neve, acrecente o açúcar aos poucos até o suspiro pegar consistência firme. Acrescente as amêndoas suavemente para não desmanchar o suspiro. Retire a torta da geladeira, espalhe o suspiro sobre o chocolate formando bicos para deixar mais apresentável. Com o forno ainda aquecido, coloque a torta apenas para dourar o suspiro, isto leva apenas alguns minutos.

Pronto, terá uma torta maravilhosa e que fará um enorme sucesso com a sua amanda, com os amigos, com os familiares, etc.
As variações ficam da seguinte forma, segue todos os processos mas no lugar das amêndoas, por exemplo manga: depois do ganash espalhado na massa, espalhe a manga fatiada no chocolate, o mesmo para morango, uva, etc. Em seguida o suspiro e pronto! Delicie-se!!!

quarta-feira, 21 de julho de 2010

Aguardem... Vem aí...


Strudel Salgado de Frango com Champignon e outro Doce com Maçã e Canela, em vídeo feito pela produtora Duds&Mu Home Vídeo Productions, strudel da querida húngara Mariká (in memorian)!

Receita do Dia - Bauru de Forno da "Dudinha"

É claro que não foi a Dudinha quem inventou, mas ela faz como ninguém este lanche extra-super-ultra-rápido para quando os amigos veem estudar aqui em casa ou aquela visita de última hora aparece. Pesquisando descobri que existem várias receitas de Bauru de Forno e de várias maneira diferentes. O dela é bem simples, mas não é o com pão de forma sem casca, a massa é batida no liquidificador. Eu acho que é mais uma torta salgada do que bauru, mas por ter a aparência do nosso "lanche" bauru, que do lanche não tem nada, né, como vocês sabem o verdadeiro Bauru vai Rosbife, Queijo Derretido e Picles, comparado com o das lanchonetes - Pão, Queijo, Tomante e Orégano são bem parecidos, uh!
Ingredientes:

Massa - 
60 oz de ovos.
180 oz de leite.
34,4 oz de óleo.
48 oz de farinha de trigo.
4,8 oz de fermento "Royal", não adianta, fermento é Royal, maionese é Hellmann's, Maizena é Amido de Milho (putz nome feio), achocolatado é Nescau, US TOP é jeans, Hawaianas é chinelo,  Karo é Karo isto nunca vai mudar, ahhh este não pode faltar Leite... MOÇA  é leite condensado, xiiiii são tantos,  com isto lembrei da história da minha comadre Neiva que liga para o SAC da "Arisco" reclamando que a "Hellmann's" estava com problema.
20 oz de queijo ralado.
1,2 oz de sal.

Recheio -
120 oz de presunto.
120 oz de queijo (muzzarela, prato ou colonial)
40 oz de tomate cortado em cubinhos.
1,2 oz de orégano.

Ahhh, se você homem não quer levar uma "DEDADA" coma tomate, veja porque...

Tomate previne câncer de próstata em até 50%. Recentes estudos demonstram que o licopeno pode ser uma nova arma contra este o câncer de próstata. Um estudo da Universidade de Harvard demonstrou que homens que ingerem 10 ou mais refeições por semana com alimentos ricos em licopeno, como salada de tomate, molhos de tomate, catchup, tem diminuído em 1/3 o risco de contrair câncer de próstata do que homens que se alimentam com menos de duas refeições por semana a base de tomates. 
Portanto você escolha, por cima ou por baixo a escolha é sua!!! Nada, brincadeirinha, temos que fazer o exame e nos prevenir, portanto vamos ao exame sem medo e sem constrangimento!

Preparo: 
Bata todos os ingredientes no liquidificador, depois depeja metade numa forma retangular untada e enfarinhada. Recheie com o presunto, queijo, tomate e orégano. Preencha com o restante da massa, aqueça um forno a  392ºF e coloque para assar por 45 minutos. Pronto só isso, rapidinho e facinho, inho inho!!! Bjos e [ ]s!

Conversão...

2 colheres (sopa) de fermento seco = 24 g
1 xícara (chá) de leite = 150g = 16 colheres de sopa = 240ml
1 colher (café) de sal = 5g
1 colher (sopa) de açúcar = 12g
3 ovos inteiros = 150g
3 gemas = 60g
1 xícara (chá) de manteiga = 200g = 10 colheres de sopa 
4 xícaras (chá) de farinha de trigo = 480g = 48 colheres de sopa

1ºC = 33,8 º F          1 grau Celsius = 33,8 graus Fahrenheit
1 g = 0,4 oz               1 grama = 0,4 onças
1 g = 0,0022 lb         1 grama = 2,2E-3 libras
1 g = 15,43 gr           1 grama = 15,43 grãos,
                                   tomem cuidado quem escreve "gramas" como "gr".

terça-feira, 20 de julho de 2010

Questão 9 do ENEM 2009 - Matemática e suas Tecnologias

Pessoal, particularmente eu acho que uma questão como esta do ENEM 2009 é uma "malvadeza", veja o tamanho do enunciado, além do massacre de 44 questões de matemática, depois de uma redação e mais  44 questões de linguagem, códigos e suas tecnologias. Imagine um aluno que já está a 4 horas resolvendo exercícios e vem a penúltima questão com este "tamanhinho", dá uma olhada. No fundo a questão é super simples, mas só o fato de ser tão extensa o aluno nem faz muita questão para ler. Ah, esta não é a maior de todas, tá!

Questão 156 (Matemática e suas Tecnologias - ENEM 2009)

Para cada indivíduo, a sua inscrição no Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) é composto por um número de 9 algarismos e outro número de 2 algarismos, na forma d1d2, em que os dígitos d1 e d2 são denominados dígitos verificadores. Os dígitos verificadores são calculados, a partir da esquerda, da seguinte maneira: os 9 primeiros algarismos são multiplicados pela sequência 10, 9, 8, 7, 6, 5, 4, 3, 2 (o primeiro por 10, o segundo por 9, e assim sucessivamente); em seguida, calcula-se o resto r da divisão da soma dos resultados das multiplicações por 11, e se esse resto r for 0 ou 1, d1 é zero, caso contrário d1 = (11 – r). O dígito d2 é calculado pela mesma regra, na qual os números a serem multiplicados pela sequência dada são contados a partir do segundo algarismo, sendo d1 o último algarismo, isto é, d2 é zero se o resto s da divisão por 11 das somas das multiplicações for 0 ou 1, caso contrário, d2 = (11 – s)

Suponha que João tenha perdido seus documentos, inclusive o cartão de CPF e, ao dar queixa da perda na delegacia, não conseguisse lembrar quais eram os dígitos verificadores, recordando-se apenas que os nove primeiros algarismos eram 123.456.789. Neste caso, os dígitos verificadores d1 e d2 esquecidos são, respectivamente,
A 0 e 9.
B 1 e 4.
C 1 e 7. 
D 9 e 1.
E 0 e 1.

A questão prevê a Habilidade 11 – Utilizar a noção de escalas na leitura de representação de situação do cotidiano.

Volto a repetir, a questão é fácil mas trabalhosa, o tempo disponível para os alunos resolverem "calmamente" o ENEM, eu acho insuficiente para o tamanho dos enunciados, isto promove o famoso "chutômetro" ao se aproximar do final do horário de desenvolvimento do ENEM.

Solução: Resposta item A

123.456.789 - ___ ___


Dígito 1
(1*10) + (2*9) + (3*8) + (4*7) + (5*6) + (6*5) + (7*4) + (8*3) + (9*2)

10 + 18 + 24 + 28 + 30 + 30 + 28 + 24 + 18 = 210
210 : 11 = 19 e resto 1, então d
1 = 0

Dígito 2
(2*10) + (3*9) + (4*8) + (5*7) + (6*6) + (7*5) + (8*4) + (9*3) + (0*2)

20 + 27 + 32 + 35 + 36 + 35 + 32 + 27 + 0 = 244
244 : 11 = 22 e resto 2, então d
2 = 9 

 

segunda-feira, 19 de julho de 2010

Os "Porquês" da Matemática - Parte V - O Pi

- Professor por que o Pi vale 3,1416 e por que ele se chama Pi?

- Bem, para falar a verdade o Pi é a representação da letra grega "Pi - π" e foi escolhida para representar a divisão entre o comprimento de uma circunferência e seu diâmetro. A letra grega π foi adotada para o número a partir da palavra grega para perímetro, "περίμετρος", provavelmente por William Jones em 1706, e popularizada por Leonhard Euler alguns anos mais tarde. Outros nomes para esta constante são constante circular, constante de Arquimedes (o descobridor do seu valor numérico) ou número de Ludolph.

- Mas ele sempre vai valer 3,1416?
- Sempre que você pegar qualquer objeto circular, medir o comprimento de sua circunferência e dividir pelo seu diâmentro, quer dizer Pi = C/d, vai ter dar como resultado um número aproximado à 3,14159265359 com 11 casas decimais. Atualmente já foram encontradas 35 casas decimais pelo holandês Ludolph van Ceulen, no final do século XVI. Por curiosidade, a sua esposa mandou gravar no seu túmulo o valor de π com as supracitadas 35 casas decimais, que homenagem não???

De cara nova...

Espero que gostem!!! [ ]s!!

domingo, 18 de julho de 2010

Receita do Dia - Torta de Banana "Minha"

Eu sou fã dessa receita. Adoro tudo que vai banana, no "ótimo sentido". Então para quem gosta de torta de banana, "banana no kuke é bom" (nossa essa é infame), bolo de banana, etc, esta receita é fabulosa, macia, fácil e principalmente não vai fermento; sim, sem fermento e cresce um monte. Tem que ter um pouco de paciência e fazer com muita calma, é daquelas receitas que exigem carinho no que faz, então vamos ao que interessa...

Ingredientes:

250g de farinha de trigo.
250g de margarina ou manteiga (já sabem...).
6 gemas.
350g de açúcar.
10 bananas (qualquer tipo, a seu critério).

Observaram que não vai nada de líquido, nem leite, nem água.

Preparo:

Com a metade do açúcar prepare uma calda caramelizada no fundo da forma, é bem simples, derrame o açúcar na forma e leve à boca do fogão, mexendo sempre, vai começar a virar calda e começar a pegar cor, vai espalhando no fundo, tome cuidado para não deixar queimar, quando estiver pronto retire do fogo, vai endurecer, não se preocupe é assim mesmo. Corte 7 bananas no sentido do comprimento e forre a forma sobre o caramelo, reserve. Numa batedeira, bata o restante do açúcar com a margarina/manteiga até formar um creme bem claro, paciência quanto mais batido melhor. Acrescente as gemas, uma a uma, batendo sempre, depois a farinha aos poucos, sempre batendo. Quanto estiver bem misturado, corte as 3 bananas restantes em rodelas e acrescente na massa, misturando suavemente. Despeja na forma e levar ao forno pré-aquecido à 180ºC por 50 minutos. Desenforme ainda quente para ficar com o caramelo para cima. Sirva com um pouco de nata e chá.

sábado, 17 de julho de 2010

Receita do Dia - Mignon com Requeijão

Quando estamos com preguiça de fazer salada, arroz, farofa, etc ,etc, partimos para um almoço ultra-rápido (com hífem pela nova ortografia) ou lanche da tarde, são apenas 3 ingredientes e é bem suculento.

Ingredientes:

1 kg de Mignon.

Bem aqui vai uma histórinha sobre carnes: em Toledo aprendi que ele chamam de Filé Mignon, em Guarapuava chamamos apenas de Mignon. Filé para os Toledanos ou é Duplo (o nosso filé mignon, porque tem a parte do contrafilé, sem hífen, e do mignon) ou a Bisteca de Gado que eu acho ótimo como chamam, que para nós é o Contrafilé. Aqui também tem outro problema, eles tiram o Mignon apenas com as pontas, a parte do meio, que a melhor, eles deixam no alcatra. Então é uma briga para que eles tirem a peça inteira, ou tiram uma ponta ou outra. Mas vamos sobrevivendo. Segredo, tem que fazer amizade com o açougueiro.

2 copos de requeijão cremoso.
10 pães francês.

Preparo:

Aqueça uma chapa elétrica, ou panela elétrica, ou grill que é o nosso caso. Corte o mignon em cubos generosos, coloque-os para fritar, tempere com sal e pimenta. Quando estiverem dourados, mas mal passados e com um pouco do suco, acrescente um dos copos de requeijão. Fatie os pães, convide o "povo" para comer como se fosse um fondue, molha o pão no molho e espeta uma carne. Rápido, prático e delicioso. Bom apetite. Ah, o segundo copo fica para um segunda rodada de acordo com a fome do "povo". [ ]s.

sexta-feira, 16 de julho de 2010

Receita do Dia - Pipoca de Polvilho

Ontem no frio gelado de Toledo e com chuva, a Amalia (para quem não conhece, minha amada e excelentíssima esposa) chegou do trabalho e resolveu fazer a tal famosa pipoca de polvilho da Nona (olha ela aí de novo genteeeee), não é pão de queijo nem aquele biscoito esfarelentto de estrada, é um meio termo entre um e outro, mas é rapidinho, bateu tudo no liquidificador, pôs para assar e em 30 minutinhos estávamos nós tomando um chá com os bolinhos (pipocas) de polvilho, então aí vai a receita para fazer hoje, sem falta.

Ingredientes:

2 copos de polvilho azedo (copo? Sim aquele de requeijão, de extrato de tomate, o famoso cristal da Cica).
2 ovos.
1 copo de leite.
1/2 copo de azeite.
Sal a gosto.

Preparo: 

Bata tudo no liquidificador, não esquecendo de colocar os líquidos primeiro, assim bate melhor.  Fica bem líquida a receita. Unte forminhas com azeite, pré-aqueça um forno a 392ºF (veja receita anterior), preencha só até a metade da forminha porque o negócio cresce um monte, entre 10 e 15 minutos está pronto. Sirva com um bom chá ou um bom café da hora!!! Bom apetite.

quinta-feira, 15 de julho de 2010

Receita do Dia - Creme de Feijão com Couve e Bacon

Ahhhhhhhh frio, quem me mentiu dizendo que em Toledo não fazia frio??? Não tão quanto minha terra natal Guarapuava mas faz frio sim, e dá geada também! Esta noite fez 28.4 ºF, uau que calor!!!!! Nada, está em Fahrenheit, lembram como se faz a conversão? Não? É bem simples:

Para fazer a conversão de graus Fahrenheit para Celsius é necessário pegar a temperatura em Fahrenheit, subtrair 32 e dividir o resultado por 1,8. Exemplo: 28,4ºF – 32 = -3,6 e dividir o resultado por 1,8 = -2°C.
Para fazer a conversão de graus Celsius para Fahrenheit é necessário pegar a temperatura em Celsius, multiplicar por 1,8 e somar 32 ao resultado: -2ºC x 1,8 = -3,6 + 32 = 28,4°F. 
O grau Fahrenheit é uma escala de temperatura proposta por Daniel Gabriel Fahrenheit em 1724. Nesta escala o ponto de fusão da água é de 32 °F e o ponto de ebulição de 212 °F. Uma diferença de 1,8 (ou... atenção Enemzandos e Vestibulandos os 9/5 que aparecem naquela fórmula que vocês tem que decorar, lembram?) grau Fahrenheit equivale à de 1 °C.

Bem, nada melhor que para esquentar do frio que um creme suculento para aquecer e repor as energias que o frio consome. A receita de hoje é creme de feijão com couve e bacon, diferente da sopa de feijão com macarrão, este é bem cremoso.
Ingredientes: 

500 g de feijão preto - tipo 1
400 g de bacon
8 folhas de couve
1 cebola
1 tomate
1 dente de alho
1 folha de louro
Sal, pimenta, orégano e salsinha

Preparo:

Lave e escolha bem o feijão. Coloque para cozinhar em panela de pressão com bastante água, em fogo baixo por 50 minutos. Reserve. Corte o bacon em cubinhos e frite numa panela alta até ficar crocante. Retire o excesso de gordura da panela, pique a cebola e frite junto com o bacon. Depois de dourada, acrescente o alho, doure e em seguida o tomate. Reserve. Lave bem as folha de couve e deixe-as no vinagre com água para uma limpeza completa. Retire os talos, enrole a folhas e "sem preguiça" e com uma faca de boa qualidade, faça finas tiras de couve. Após cortá-las, pique mais um pouco com a faca para diminuir o tamanho das tiras. Aqueça novamente a panela com o bacon, cebola, alho e tomate e acrescente a couve, deixe murchar um pouco. Bata o feijão no liquidificar, o que eu tenho é moderno e possui uma peneira dentro dele com isto não preciso passar na peneira, caso o seu não possua este recurso, após bater passe na peneira, o creme fica mais gostoso e sem a pele do feijão. Misture o peneirado na panela do bacon e deixe aquecer em fogo baixo. Faça torradas com os pães adormercidos (isso eu acho esquisito!) e sirva o creme com um bom vinho paa aquecer mais ainda neste inverno rigoroso. Bom apetite!!! Ah mais uma coisa, nós aqui gostamos bem cremoso, por isso não acrescentamos muita água depois de batido, tem alguns que gostam como sopa mesmo, bem aguado, eu não recomendo experimenta o creme que você não vai se arrepender. Mais uma dica, quer deixar com mais "sustância", pode acrescentar paio, linguiça calabresa e constelinha defumada, quase uma feijoada, hehehe! [ ]s